20.02.2020 | 11h37


DIRETO AO PONTO / SERVIDORES PÚBLICOS

Mauro defende estabilidade, mas diz que Estado precisa viver fenômeno das empresas



O governador Mauro Mendes (DEM) defendeu o direito adquirido dos servidores públicos estaduais, quanto a estabilidade funcional. Ele explicou que a regra somente poderá ser alterada com a mudança na lei e para novos concursos públicos. 

“O direito adquirido do servidor precisa ser respeitado e a estabilidade garantida. Qualquer alteração sobre a estabilidade funcional, somente deve ser aplicada para novos servidores”, defendeu Mendes, no evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais de Mato Grosso (LIDE-MT) e realizado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), na noite desta quarta-feira (19.02), em Cuiabá. 

Já para os próximos concursos, Mendes defende mudanças, desde que autorizadas por leis. Para ele, os próprios servidores públicos estão vendo essa necessidade. “Tento no dia a dia inspirar as pessoas para que compreendam que o Estado brasileiro precisa viver um fenômeno que as empresas brasileiras já vivem há décadas, que é a luta pela sobrevivência e pela eficiência. Alguns servidores já estão vendo isso, motivados principalmente, pela crise que vivemos no Estado de Mato Grosso. Acredito que tudo isso motiva para uma mudança de comportamento e também para mudanças nas leis, mas que atingirão somente servidores que participarem de concursos futuros”, finalizou o governador.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO