21.07.2010 | 13h33


Justiça "brinca" com a população de MT

Lá se vão cerca de 80 dias de greve no Tribunal de Justiça de Mato Grosso e a população, passiva, assiste a tudo "deitada em berço explêndido" como se tal fato, descabido diga-se de passagem, não a afetasse diretamente.

Os servidores, que aliás, são uma das categorias do estado mais bem remuneradas, reivindicam, reivindicam e reivindicam, se escondendo atrás da excrescência da chamada estabilidade. A OAB tenta cobrar, mas a "Justiça" corporativa, sempre pensa primeiro nela e não nos que deveria defender e indefere os pedidos da Ordem.

O Estado, refém de magistrados e seus poupudos servidores, pressionado em ano eleitoral, vai ter que acabar pagando a conta com o seu, o meu, o nosso dinheiro, para engordar ainda mais os salários de quem "trabalha" no TJ.  A Justiça é cega sim, como dizem, mas de "boba" ela e seus "servidores" não têm nada. Bobo mesmo só o povo que, além de cego, surdo e, mudo é desinteressado e não sabe a força e o poder que tem nas mãos. Até Quando?

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO