26.06.2019 | 14h50


O CRIME COMPENSA

Justiça nega bloquear R$ 11,7 milhões de Eder e ex-secretário da Sefaz



O juiz da Vara Especializada em Ação Cível Pública e Ação Popular de Cuiabá, Bruno D’Oliveira Marques negou pedido do Ministério Público Estadual (MPE) para bloquear R$ 11,7 milhões dos ex-secretários de Estado de Fazenda, Eder Moraes e Edmilson dos Santos, além dos procuradores do Estado João Virgílio do Nascimento Sobrinho e Dorgival Veras de Carvalho.

No processo, o MPE acusa os réus de terem causado prejuízo aos cofres de Mato Grosso ao terem autorizado o pagamento de uma dívida do Governo que já prescrita com a DM Construtora Ltda, no montante de R$ 11,7 milhões. Neste pagamento teria ocorrido suposto superfaturamento de R$ 3 milhões.

A empresa foi responsável pela implantação da rodovia MT-480, entre Tangará da Serra e Deciolândia, no ano de 1994.

No entanto, o magistrado disse que o Ministério Público não entregou elementos de prova para justificar o bloqueio e, por isso, negou o pedido.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER