16.02.2020 | 14h11


DIRETO AO PONTO / FIM DA PICADA

Justiça acusa totura e obriga estado a oferecer banho quente nas cadeias



A Justiça determina que todas as unidades prisionais de São Paulo ofereçam banho quente a todos os detentos.

A decisão diz que o descumprimento pode configurar tortura e atende a pedido da Defensoria Pública. 

"Move ação civil pública em face do Estado de São Paulo objetivando condena-lo à obrigação de fazer consistente na instalação de equipamentos adequados para garantir aos detentos do sistema penitenciário paulista banho em temperatura adequada ao clima”, diz o texto. E acrescenta que, o não cumprimento, caracteriza tortura.

A decisão foi proferida pelo juiz Adriano Marcos Laroca, que acrescenta que alguns presídios possuem chuveiro quente apenas presidiários que ajudam na limpeza ou na parte da enfermaria, citando  violação ao artigo 5º da Constituição.

 

Opinião da Coluna: Tortura, senhor juiz, é ver metade do povo brasileiro sem serviços básicos de saneamento e, ter que engolir, enquanto isso, os senhores da lei incentivando a vagabundagem dentro das cadeias com decisões assim. Explico: Não há como tratar desiguais como iguais.

Estão condenando os presos que trabalham por terem o "privilégio" do banho quente? É o fim da picada! 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

alexandre  17.02.20 07h21
Isso é sério ? Vão fazer o seguinte, as famílias pagam a conta de luz dos presos, ou eles tomam banho no judiciário..

Responder

0
0
joana  16.02.20 17h03
é simples ... não faz coisa errada que não vai preso. ai vc pode pagar pelo seu banho quente TRABALHANDO

Responder

4
0

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO