06.08.2019 | 10h43


DIRETO AO PONTO / DESCASO NA COMUNICAÇÃO

Jornalistas são destratados diariamente pela imprensa da Polícia Civil



A Polícia Judiciária Civil não deveria manter em seus quadro de servidores da assessoria de comunicação, profissionais que tenham atitudes tão desrespeitosas com a imprensa, sejam jornalistas ou não, como vem ocorrendo em Mato Grosso.

O relacionamento da assessoria da PJC com os repórteres é de extremo descaso e não funciona quase nunca. Com todo respeito aos demais, são efetivos e não podem ser demitidos.

As informações solicitadas demoram praticamente 24 horas para chegar, isso quando o profissional não é tratado com respostas ríspidas como “estou em meu horário de almoço” ou “não tenho”, antes mesmo de checar as informações solicitadas. Às vezes nem o telefone atendem.

As reclamações dos jornalistas aos editores dos sites são diárias. A imprensa da Polícia Civil que poderia ser uma aliada da comunicação para mostrar o trabalho dos milhares de policiais em prol dos mato-grossenses, na verdade, pratica “censura” de forma desrespeitosa.

A assessoria da Polícia Civil deveria ter uma aula com os jornalistas da Polícia Militar, estes sim tratam os profissionais da imprensa com respeito.











(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

JORNALISMO  06.08.19 15h31
EXATAMENTE ISSO , assessoria da policia civil deixa a desejar mesmo .

Responder

2
0
JORNALISMO  06.08.19 15h28
CONCORDAMOS , A ASSESSORIA DA CIVIL TEM MUITA MÁ VONTADE , PRINCIPALMENTE A CHEFE DELES QUE ALEM DE GROSSA / DESLIGA O TELEFONE NA CARA////

Responder

3
1
Justiça Feita  06.08.19 14h59
Eu acho é pouco!

Responder

6
0
Juca  06.08.19 14h08
Toda vida essa assessoria foi desrespeitosa. Tendo uma escrivã que é super xarope. Tem que mudar essa assessoria.

Responder

3
1

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO