05.10.2010 | 17h53


Filhos de Erenice Guerra se calam em depoimento à PF

Os filhos da ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, Saulo e Israel Guerra, permaneceram em silêncio durante seus depoimentos na tarde desta terça-feira (5) à Polícia Federal, em Brasília. Os dois são suspeitos de envolvimento em um suposto esquema de tráfico de influência no governo.

"Por orientação da defesa, os depoentes permaneceram em silêncio. Nós entendemos que os fatos ainda não estão devidamente delineados, entendemos que há um forte componente político nisso tudo, mas meus clientes são absolutamente inocentes e temos certeza que isso será provado no final do processo”, afirmou um dos advogado dos irmãos, Marcelo Leal.

Saulo e Israel permaneceram menos de duas horas na Superintendência da PF. Eles deixaram o prédio em um carro com vidros escuros e não deram declarações. “Estamos confiantes e acreditamos que tudo será apurado, e eles esperam que seja apurado da melhor forma possível para que seja comprovada a inocência deles ao final", disse Marcelo Leal.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO