18.08.2019 | 11h02


IMPROBIDADE

Ex-prefeito se recusa a devolver R$ 13 mil; juíza manda penhorar casa



A Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, sob responsabilidade da juíza Celia Regina Vidotti, determinou a penhora judicial de um imóvel do ex-secretário de Agricultura e ex-prefeito Meraldo Sá, por supostas irregularidades cometidas na Prefeitura de Acorizal (70 km de Cuiabá).

De acordo com o processo, o ex-prefeito foi condenado por improbidade administrativa, em 2013, e teria que devolver R$ 3 mil, além de ficar impedido de ocupar cargos políticos e contratar com o poder público por cinco anos.

No entanto, Meraldo Sá não teria cumprido a decisão da Justiça, que agora manda penhorar bens. O valor atualizado da dívida atualizada ultrapassa os R$ 13 mil.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER