18.04.2019 | 15h01


DEU NO VALOR

Empresa de Maggi cresce 50% e registra lucro líquido de R$ 804 milhões



Uma reportagem da versão online do jornal Valor Econômico mostra que a empresa Amaggi – que controlada pela família do ex-governador e ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) - surfou a onda que favoreceu o mercado de soja em 2018 e viu seus resultados anuais melhorarem de maneira expressiva.

De acordo com a publicação, no Diário Oficial do Estado do Mato Grosso que a empresa fechou o ano com receita líquida de R$ 17,3 bilhões, 22,4% maior que a do ano anterior (R$ 14,1 bilhões), e lucro líquido de R$ 804,8 milhões, alta de 50,6% na mesma comparação.

O resultado antes de receitas e despesas financeiras líquidas e impostos somou R$ 1,3 bilhão, 62% superior ao de 2017. As receitas financeiras alcançaram R$ 711,1 milhões, aumento de 50%, e as despesas financeiras subiram 53,4%, para R$ 759,8 milhões.

Em 2018, a Amaggi também viu os custos subirem em relação a 2017. Os consolidados de custos dos produtos vendidos e serviços prestados ficaram em R$ 15,5 bilhões, avanço de 20,5% na comparação anual.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maria Clara  19.04.19 07h28
Quando mesmo este senhor será preso, por desvio de dinheiro publico e formação de quadrilha?

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER