19.08.2010 | 12h08


Ela é minha: Silval descarta "dividir" Dilma com Mauro Mendes

O candidato  a reeleição ao Governo, Silval Barbosa, do PMDB, descartou nesta quarta-feira a possibilidade de criação de um palanque suprapartidário em Mato Grosso para acolher a ex-ministra Dilma Rousseff, candidata do PT a presidente da República. Para ele, a participação do presidente Lula no seu programa de abertura da propaganda eleitoral é claro indício da exclusividade da coligação “Mato Grosso em Primeiro Lugar” a exploração da imagem da presidenciável.

O desejo pelo palanque suprapartidário vinha sendo trabalhado pelo PSB, do candidato Mauro Mendes. Os socialistas apóiam Dilma a presidente, assim como o PDT, sigla que integra a aliança em apoio a Mendes. O problema, no entanto, estaria no PPS, cujo partido apóia José Serra, do PSDB, a presidente da República. Ainda assim, o grupo de Mendes tentou garantir apoio da presidenciável a sua candidatura. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER