11.09.2019 | 16h55


CORTE DE PONTO E VERBA

Eduardo Botelho: Eu avisei que só ia aceitar atestado de óbito para falta



O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), rebateu o deputado Xuxu Dal Molin (PSC), que teve ponto cortado e verba descontada, dizendo que a convocação para o “esforço concentrado” para votação de 53 Projetos de Lei foi ‘avisado’ com antecedência. 

Após a sessão ordinária de terça-feira (10), o presidente anunciou o corte de ponto do colega e desconto da verba indenizatória mesmo ele tendo justificado a falta no plenário. Ele disse que só aceitaria a ausência com a apresentação de “atestado de óbito”, em razão do quórum mínimo.

“Eu disse ‘desse dois dias eu não vou aceitar’, porque eu já havia aceitado antes. Eu só aceito atestado de óbito”. 

Em relação ao deputado Silvio Favero (PSL), o presidente disse que não verificou se constava no painel eletrônico a presença do parlamentar.

“Eu não vi isso, eu vi no começo da sessão que ele estava. Se ele foi lá e saiu na hora da votação é um direito dele sair, pode fazer isso”. A consequência deve vir na próxima folha. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO