21.11.2019 | 10h31


ANESTESISTAS DO HMC

Diretor remaneja profissionais do antigo PS e resolve desistência de licitação



Após a desistência repentina da empresa que venceu a licitação para atuar com os serviços de médicos anestesistas na urgência e emergência do Hospital Municipal de Cuiabá, Dr. Leony Palma de Carvalho (onde está situado o novo Pronto Socorro da capital) a Prefeitura de Cuiabá restabeleceu o quadro de profissionais necessários para o funcionamento ideal da unidade hospitalar. 

Com a medida emergencial, que incluiu documento de cedência dos profissionais efetivos do antigo Pronto Socorro por parte da Secretaria Municipal de Saúde, o HMC atuou com quadro completo em plena capacidade durante esta quarta-feira (20), o que proporcionou 89 atendimentos graves em menos de 12 horas de plantão. Dentre eles quatro cirurgias de alta complexidade. 

O diretor geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública - ECSP, Alexandre Beloto explicou que, embora o quadro tenha sido prejudicado no primeiro plantão do PS/HMC, não houve quaisquer prejuízos às pessoas que buscaram atendimentos na unidade. 

“O primeiro dia de atendimento aconteceu com equipe completa o que proporcionou 72 atendimentos graves, incluindo seis cirurgias de média complexidade. Com equipe de anestesistas reduzida no período da noite, a equipe optou por transferir apenas uma cirurgia mais grave para o antigo Pronto Socorro, uma vez que a equipe de lá estava completa. O quadro de médicos anestesistas foi regularizado e o HMC realizou mais 89 atendimentos graves, dentre eles cirurgias de alta complexidade”, disse Beloto.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO