08.09.2019 | 17h12


BOMBA À VISTA

CPI da Assembleia convoca doleiro da Lava Jato para 'entregar' sonegadores de MT



Deputados que compõem a  CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal da Assembleia Legislativa convocaram  o doleiro Lúcio Funaro, que é delator da Operação Lava Jato, para prestar esclarecimentos sobre as declarações feitas por ele à CPI do BNDES, na Câmara Federal, onde ele citou  agentes políticos e empresários mato-grossenses em um esquema de sonegação no Estado.

Na Câmara Federal, o doleiro disse que o empresário Joesley Batista, do grupo JBS, teria poupou em sua delação premiada, seu primo Fernando Mendonça, que é empresário em Várzea Grande.

A CPI da Assembleia Legislativa também quer ouvir o ex-governador Silval Barbosa. Também foi convocado o presidente da Amaggi, Judiney Carvalho, para prestar esclarecimentos quanto a contribuição da empresa ao Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER