25.05.2011 | 20h00


DIRETO AO PONTO

Corporativismo

O sigilo telefônico do policial Edson Leite será quebrado pela Polícia Civil para apurar a identidade da mulher que teria feito a denúncia que levou a morte do ambulante Gilson Silva Alves, na tarde de segunda-feira (23). Os  parentes do investigador João 'Caveira' Osni Guimarães também estão sendo interrogados, assim como a conduta dos policiais durante a operação. Parentes de João 'Caveira' são  acusados de  terem assaltado a casa de Gilson Alves na sexta-feira (20),  em Várzea Grande. Os familiares negam o fato. A previsão da PCJ é concluir o inquérito em 60 dias. A pergunta que fica é: a PCJ vai investigar a PCJ?











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO