07.10.2019 | 11h10


CONDENADO POR IMPROBIDADE

Chico Galindo não paga multa de R$ 197 mil e Justiça autoriza parcelar em 12 vezes



Condenado por improbidade administrativa, o ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB) conseguiu na Justiça a autorização para parcelar em 12 vezes uma multa condenatória de R$ 197,5 mil.

A juíza Celia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil e Ação Popular, atendeu ao pedido feito pelo ex-prefeito.

Em 2014, o ex-prefeito e o ex-secretário de Saúde, Maurélio Ribeiro, foram condenados ao pagamento de multa civil e proibidos de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais e creditícios após a magistrada julgar procedente aos pedidos feitos pelo Ministério Público do Estado (MPE) em uma ação civil pública, por ato de improbidade administrativa, devido ao descumprimento de ordens judiciais.

O MPE acusou Galindo e Ribeiro de terem descumprido três decisões judiciais que determinavam melhorias no tratamento odontológico de idosos, custeamento de consultas e cirurgias no Hospital Júlio Muller, e melhorias junto ao ambulatório de saúde “Maria da Praça”.

Ao deferir o parcelamento, a magistrada destaca que “o valor atualizado do débito a ser pago pelo requerido Francisco Galindo é expressivo e o parcelamento se mostra como alternativa que atende ao princípio da menor onerosidade da execução”.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER