17.09.2010 | 22h38


DIRETO AO PONTO

Casa Civil abre sindicância para apurar caso Erenice

O ministro interino da Casa Civil, Carlos Eduardo Esteves Lima, assinou nesta sexta-feira uma portaria criando uma sindicância para investigar as acusações do caso Erenice Guerra, que deixou o cargo de ministra ontem. A comissão, que terá um prazo de 30 dias para concluir a apuração, irá apurar as responsabilidades dos servidores da Casa Civil no caso. Como ex-ministra, Erenice não poderá ser investigada. Segundo Lima, a comissão irá investigar as acusações divulgadas pela Folha na quarta-feira e pela "Veja" no final de semana.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO