17.07.2019 | 18h12


PLIM PLIM

Cabo diz que Gaeco vazava operações à TVCA para aparecer no Fantástico



Em depoimento ao juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Especializada da Justiça Militar de Cuiabá, o cabo da Polícia Militar Gerson Corrêa Júnior revelou que a TV Centro América, afiliada à Rede Globo, era privilegiada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) para acompanhar as operações em tempo real.

Gerson declarou que as operações eram “pirotecnizadas num verdadeiro circo pela influência da principal mídia brasileira que é a Rede Globo". O militar declarou que as informações, áudios e imagens não eram repassadas pelos policiais, mas sim pelos promotores membros do Gaeco.

Como referência, o militar citou a prisão do ex-deputado José Riva, na Operação Imperador, e de Silval Barbosa, em outras investigações . Ele acusa o ex-coordenador do Gaeco Marco Aurélio de repassar áudios e vídeos para a TV antes da operação ser realizada.

“Tinha a chamada no Fantástico num dia e no outro dia ocorria a operação” disse o policial. Esses vazamentos, segundo Gerson, era para resguardar o Gaeco em ações futuras.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Indgnidade  17.07.19 19h27
Já pode mandar prender os primos um já pode mandar pra ala gay do crc que vai se sentir em casa hummmmm Mald cold Play hummmmmm

Responder

0
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO