12.09.2019 | 11h15


FALTOU SESSÃO

Botelho manda cortar V.I de Romoaldo, mas recua após receber atestado médico



O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), mandou descontar parte de mais Verba Indenizatória. Desta vez o alvo foi o deputado Romoaldo Júnior (MDB) que, mesmo estando licenciado do cargo, se apresentou na tribuna do Plenário e justificou sua ausência da sessão matutina de quarta-feira (11).

Botelho tenta fazer um “esforço concentrado” da Mesa Diretora para votar 53 Projetos de Lei e Propostas de Emenda à Constituição (PECs) e afirmou com antecedência que os deputados podem faltar mediante de ‘atestado de óbito’.

No entanto, segundo a assessoria do deputado Romoaldo, Botelho recuou do corte após receber um atestado de saúde do parlamentar.

Todos os deputados faltosos terão os salários descontados na folha do próximo mês.

A assessoria informou ainda que o parlamentar tem se submetido a uma série de exames para a avaliação de cirurgia bariátrica. Se os exames constatarem condições mínimas, ele deve ser operado em outubro, tendo que ficar afastado do cargo por um período mais longo.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

pedalada  12.09.19 13h19
Assim é fácil, pede pra um amigo que é médico. Acredito que é assim que funciona.

Responder

0
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO