12.02.2020 | 22h00


DIRETO AO PONTO / VOTAÇÕES E FALTA DE QUÓRUM

Botelho ameaça cortar verba indenizatória de deputados faltosos



O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), adiou para próxima semana o mutirão para votar os 35 vetos do governador Mauro Mendes (DEM) que não foram analisadas no ano passado. A decisão foi anunciada na sessão ordinária de terça-feira (11) e Botelho já comunicou aos deputados para que não faltem, pois irá descontar do salário e da verba indenizatória os que não estiverem presentes.

Botelho decidiu transferir a votação após a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) não ter finalizado as análises dos vetos para que fossem remetidas ao plenário para votação.

Em setembro, o deputado Xuxu Dal Molim (PSC), por exemplo, teve parte do salário e V.I descontados após faltar à sessão ordinária do dia 11 daquele mês.

O parlamentar afirmou que estava em viagem oficial pela a Assembleia com a comitiva do governador na região Norte do Estado. Leia mais











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO