23.03.2020 | 13h25


DIRETO AO PONTO / CRISE DO CORONAVÍRUS

Bolsonaro revoga medida de suspensão de contratos de trabalho por 4 meses



O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) havia publicado um pacote de medidas para o setor empregatício, como tratamento urgente pela crise enfrentada na economia devido ao Covid-19, mas no início da tarde desta segunda-feira (23), ele voltou atrás em um dos artigos.  Na Medida Provisória (MP) 927, artigo 18, era autorizado que os contratos de trabalho fossem suspensos por até quatro meses. 

Entretanto, após muitas críticas, em menos de 24 horas o presidenciável foi até o seu Twitter e publicou que revogou a validade do artigo. Ainda conforme informações da Presidência da República, Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes irão se reunir nesta tarde para aprovar outra MP, de fins trabalhistas. 

Resta aguardar quais serão os próximos passos a serem adotados pelo Governo Federal.

 

Veja:

RepórterMT/Reprodução

WhatsApp Image 2020-03-23 at 12.55.46.jpeg

Bolsonaro em seu Twitter











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

NIVALDO PEDROSO DA SILVA  23.03.20 13h52
DEVERIA LIBERAR O FCTS DE CADA CIDADÃO, E AJUDAR AOS QUE NÃO POSSUEM COM AQUELES 300 REAIS(AUTONOMOS, DESEMPREGADOS, ETC)

Responder

2
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

REMÉDIO POLÊMICO

Você tomaria hidroxicloroquina caso contraísse Covid-19?

Sim. O remédio está no mercado há 70 anos

Não. O remédio não tem comprovação de pesquisa para Covid

Não. Cloroquina é o remédio do Bolsonaro

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO