31.05.2019 | 15h40


DEU NA VEJA

Bolsonaro deve privatizar mais uma parte da BR-163 em Mato Grosso



A versão online da revista Veja publicou que o Ministério da Infraestrutura aprovou o estudo de viabilidade para a concessão de 970 quilômetros da BR-163. O trecho liga o município de Sinop (500 km de Cuiabá) ao Porto de Miritituba, no Pará, uma das principais rotas de escoamento de soja do país. A decisão foi confirmada pelo Ministério na tarde de quinta-feira (30).

De acordo com a reportagem, “o estudo — doado por uma empresa privada e chancelado pela área técnica do Ministério –, a rodovia deve receber quase R$ 1,7 bilhão de investimentos privados durante 10 anos de concessão. Também segundo o estudo, a BR-163 recebe tráfego médio de seis mil caminhões por dia, o suficiente para despertar interesse de concessionárias”.

O prazo mais curto da concessão, de 10 anos e a estimativa do Governo é lançar o edital com as condições da concessão no primeiro trimestre de 2020 e realizar o leilão até junho do ano que vem.

Atualmente, a BR-163 é privatizada até o município de Sinop, porém, apenas parte da rodovia está duplicada. A Rota do Oeste, que compõe o grupo Odebrecht é a concessionária responsável pelo trecho. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER