13.09.2019 | 10h26


ROMOALDO JÚNIOR

Após princípio de infarto, deputado será submetido à cirurgia bariátrica



O deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB) se licenciará nos próximos dias para realizar uma cirurgia bariátrica que está marcada para outubro. Neste período ele argumentou que se ausentará em razão de uma série de exames que deve fazer.

Conforme apurou e noticiou o na quinta-feira (12), na sessão de quarta-feira (11), o parlamentar apresentou na Tribuna do Plenário, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, atestado médico como forma de justificativa da sua ausência na sessão matutina.

O deputado levou os documentos ao presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), para reverter o corte de parte da verba indenizatória que recebe, no valor de R$ 65 mil.

Ele ressaltou que precisará se ausentar por alguns meses, em razão do estado debilitado de sua saúde e que passará por uma cirurgia de redução já que há anos vem lutando "contra a balança". Assim, o parlamentar deve seguir nas sessões plenárias ate o dia 19 (quinta-feira) deste mês, conforme assegurou sua assessoria de imprensa à esta coluna.

Romoaldo sofreu um ataque cardíaco em  agosto deste ano, onde também pediu licença para tratamento da saúde. Mesmo ainda com a licença, ele continuou frequentando as atividades parlamentares na intenção de prolongar seu descanso por causa de seu histórico cardíaco.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO