alexametrics
10.07.2017 | 12h00


DIRETO AO PONTO / REPERCUSSÃO NACIONAL

Após chacina em Colniza, coveiro se antecipa e abre novas covas



O coveiro Valdinei Carço tem aberto novos túmulos todos os dias, desde a chacina em Taquaruçu do Norte, distrito de Colniza (1.065 km de Cuiabá), em que nove trabalhadores rurais foram assassinados, em abril.

Segundo matéria do Repórter Brasil, a abertura dos túmulos não era comum, porém, o coveiro contou ter tido muito trabalho para que os corpos dos trabalhadores fossem enterrados e decidiu se antecipar.

Conforme Cristiano Cabral, coordenador estadual da Comissão Pastoral da Terra (CPT), a violência impera no município e os conflitos agrários são recorrentes.

A reportagem destacou que o município, possui o tamanho dos Estados de Sergipe e Alagoas juntos, com 34.885 habitantes, e que "não é para iniciantes". Colniza recebeu o título de mais violento do país em 2007, mesmo ano em que três trabalhadores rurais foram mortos e outros dez, torturados, segundo a CPT.

Veja a íntegra da reportagem











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime