24.04.2020 | 09h49


DIRETO AO PONTO / PEDIU DEMISSÃO

Após Bolsonaro demitir diretor da PF sem avisar, Moro anuncia saída do Ministério da Justiça



O ministro da Justiça Sérgio Moro anunciou na manhã desta sexta-feira (24) que deixará o governo de Jair Bolsonaro por causa da exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

O estopim para que o ex-juiz deixasse o ministério foi o fato de Bolsonaro publicar a demissão de Valeixo no Diário Oficial, com as assinaturas eletrônicas de Bolsonaro e Moro.  Ou seja, Moro não assinou a medida formalmente nem foi avisado oficialmente pelo Planalto.

No entanto, o nome de Moro foi incluído no ato de exoneração pelo fato de o diretor da PF ser subordinado a ele, por formalidade do Palácio do Planalto.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO