15.12.2019 | 09h44


DIRETO AO PONTO / DEU NA ÉPOCA

Álvaro Dias procurou Fachin antes de julgamento e defendeu Selma



O presidente nacional do Podemos, senador Álvaro Dias procurou o ministro Edson Fachin, antes do julgamento da senadora Selma Arruda (Podemos), no TSE, e defendeu a idoneidade da juíza aposentada, conhecida como Moro de Saias.

Selma teve o mandato cassado por 6 x 1 e o único voto favorável a ela foi justamente de Fachin, que ficou sensibilizado, com o relato de Álvaro Dias.

 

A informação é da coluna de Guilherme Amado, publicada neste domingo (15), no portal da Revista Época.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes  15.12.19 18h08
Acho que a Juíza SELMA deve ir até a última Instância que é o Supremo...pra decidir sobre seu Processo de Cassação. Enquanto o Supremo não bater o martelo, não deve ter eleição nenhuma pra Senador. Vai que o Supremo decide a favor da Juíza. Ninguém pode saber o que o Supremo vai decidir. Tem que perguntar pra ela, se ela vai até a última Instância. Devia ir...

Responder

0
0
Carlos Nunes  15.12.19 10h32
Ih! Eu também, se pudesse, defendia a Juíza...e até votava nela DE NOVO. A Dra. SELMA passou 22 anos batendo de frente contra o crime organizado, as facções, os corruptos, as máfias de Mato Grosso. Mandou vários chefões do crime, incluindo caciques políticos, que se achavam "reis do pedaço", pra cadeia. Desbaratou várias quadrilhas que saqueavam Mato Grosso. Não ia se sujar com Caixa 2 coisa alguma. Sua Cassação é resultado de VINGANÇA dos Poderosos...PRECONCEITO contra a Mulher...e falta de lógica do TRE. A Convenção que escolheu a Juíza como candidata, de fato e de direito, como Senadora - e foi a mais votada, aconteceu em Agosto/2018. O TRE ficou batendo numa tecla sobre dois empréstimos que a Juíza fez em Abril e Junho/2018, cujo dinheiro entrou em sua conta bancária, pois a Juíza não escondeu nada. Ora, em Abril e Junho/2018, ela não era candidata a nada, nem podia ser. O TRE devia ter analisado só o que aconteceu de Agosto até Outubro/2018...onde aconteceu a Convenção e o registro da Candidatura, e a Eleição e contagem dos votos. Ano que vem teremos eleição pra Prefeito de Cuiabá, teremos vários candidatos...as Convenções Partidárias acontecerão em Agosto/2020, e os registros das candidaturas logo depois...Já pensou se o TRE começa a fuçar a vida de cada candidato, entre Janeiro a Julho/2020, período antes da Convenção, pra saber se fizeram empréstimos bancários? Não pode fazer isso. Tem que analisar só o que os candidatos fizerem entre Agosto a Outubro/2020...do registo da Candidatura até o resultado final da eleição. Sacanearam com a Juíza...seu caso é inusitado no país. Se ela fosse desonesta, não teria recebido dinheiro dos empréstimos em sua conta bancária...teria recebido era a mala desse dinheiro. Nunca teve nada pra esconder...E tem outra coisa...pra ser eleita não comprou 1 voto...quem votou na Juíza, votou consciente e de forma espontânea. No Brasil, terra das inversões de valores, é costume DESMORALIZAR pessoas sérias, idôneas, como a Juíza, enquanto ficam cegos, surdos e mudos, pra pessoas que enchem bolsos, bolsas, pastas, com pacotes de dinheiro. Por que essas pessoas, em vez de encher os bolsos, as bolsas, as pastas, não pediram pro tio Silval, depositar o dinheiro em suas contas bancárias? Há uma diferença entre pessoas idôneas, como a Juíza, que não tem nada a esconder...daquelas que tem tudo a esconder. Tio Geddel foi descoberto, lá em Salvador, com 55 Milhões de Reais, num Apartamento. Por que ele não depositou o dinheiro em sua conta bancária?

Responder

6
5
Ivo  15.12.19 12h48
Tem quer muito mala mesmo PARA defender essa mala sem alça farsante. Deveria ser presa

Responder

2
7

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO