22.11.2019 | 14h07


SÉRIE DE COMPLICAÇÕES

Advogado sofre parada cardíaca após bariátrica e morre em Cuiabá



O advogado Julierme Francisco Meira Silva, 40 anos, morreu nesta sexta-feira (22) ao sofrer uma parada cardíaca. Ele teve o quadro de saúde agravado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Complexo Hospitalar de Cuiabá (antigo Jardim Cuiabá).

O advogado estava internado no local desde o dia 28 de outubro e teve complicações decorrentes de uma cirurgia bariátrica.

Em nota, Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamentou a morte de Julierme. “Em nome da advocacia mato-grossense, a OAB-MT expressa seu pesar aos familiares e amigos”.

A Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim-MT) também lamentou a morte do advogado.

“JULIERME MEIRA nasceu em 16/07/1979, advogado criminalista há uma década, atuante também nas áreas agrária e ambiental no Estado de Mato Grosso, onde sempre deixou um legado de ética, trabalho, competência, seriedade e honestidade, tendo como destaque a advocacia criminal pois sempre lutou pelo direito da liberdade”, relembrou a associação na nota.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO