17.02.2020 | 16h38


DIRETO AO PONTO / REFORMA DA PREVIDÊNCIA

60 mil servidores vão se aposentar em 3 anos; Governo Bolsonaro barra novos concursos


com informações do Estadão

O governo Bolsonaro barrou a liberação de novos concursos públicos federais até o Congresso aprovar a reforma administrativa, que promete mexer com as carreiras do funcionalismo.

A aposta do governo é de que o "estrangulamento" natural dos serviços públicos, decorrente de um grande número previsto de pedidos de aposentadoria neste e nos próximos anos, acabe fazendo com que as próprias categorias aceitem a reforma.

Outro fator que pesa nessa balança é o consequente aumento da carga de trabalho. O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem chamado atenção para a quantidade de servidores que devem deixar os cargos nos próximos anos e chegou a chamar servidores de parasitas, pregando o fim da estabilidade.

Só este ano, segundo o Ministério da Economia, 22 mil servidores federais devem se aposentar. Outros 16,7 mil em 2021 e mais 20,8 mil em 2022 e não haverá substitutos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO