02.06.2020 | 16h27


CORONAVÍRUS / DADOS DA PANDEMIA

Várzea Grande chega a 15 mortes por covid-19 e lidera triste ranking

Três mortes confirmadas na manhã desta terça-feira são de pacientes que possuíam várias comorbidades e apresentaram sintomas antes de serem internados



Várzea Grande já confirmou 15 óbitos por covid-19, sendo o município de Mato Grosso com o maior número de vítimas fatais. As últimas três mortes, confirmadas na manhã desta terça-feira (02), são de pacientes que faziam parte do grupo de risco. Duas vítimas já tinham sintomas pelo menos uma semana antes de procurarem atendimento médico e a terceira chegou a ficar internada e teve alta seis dias antes de morrer.

Em todo o Estado, já são 75 mortes. Os municípios com mais vítimas, depois de Várzea Grande, são Cuiabá (13) e Rondonópolis (8).

 

A. A. S, 88 anos, era portador de Alzheimer e tinha hipertensão. De acordo com a secretaria municipal de Saúde, o idoso vivia acamado e era deficiente visual. Ele foi atendido no Pronto-Socorro de Várzea Grande no dia 23 de maio, levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Havia queixa de dispneia importante, rebaixamento do nível de consciência. O idoso estava com febre constante e tosse seca há pelo menos 13 dias.  O quadro evoluiu para parada cardiorrespiratória e após reanimação cardiopulmonar, recebeu diagnóstico de covid-19, por teste rápido. Ele foi transferido para Hospital Metropolitano, no mesmo dia, permanecendo internado até a data esta terça-feira (02), quando foi a óbito.

A segunda morte confirmada hoje de Várzea Grande é da idosa M. A. S,  de 84 anos. Ela foi internada no dia 14 de maio, na Unidade de Pronto Atendimento do Grande Cristo Rei. Tinha tosse seca, fraqueza e fadiga, quadro de uma semana antes da internação. Hipertensa, o quando evoluiu para gravíssimo, confirmando a covid-19 em teste rápido, quando ela foi transferida para o Hospital Estadual Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, onde faleceu.

A terceira vítima é um homem de 57 anos. O.M. S. tinha diagnóstico de insuficiência cardíaca, insuficiência renal, obesidade, hipertensão e diabetes. Ele procurou o Hospital Amecor no dia 17 de maio e ficou internado até o dia 23 para tratamento de miocardiopatia. Dois dias depois ele teve febre, tosse e vômito e voltou ao hospital no dia 29 de maio. Quando deu entrada na unidade de saúde, por volta das 16h, já estava com quadro de insuficiência respiratória aguda grave que evoluiu para o óbito no mesmo dia às 23h50.

Foi realizado o teste rápido no dia do atendimento (29/05), mas o resultado foi falso negativo. Foi feita também a coleta de material para exame RT-PCR e o resultado saiu hoje, confirmando a infecção pela covid-19.

O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus e a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande reforçam novamente a importância das pessoas se resguardarem, e resguardarem as demais pessoas do seu próprio convívio, promovendo o isolamento social e o home office quando possível e meios de segurança quando necessário sair para trabalhar, como distância de 1,5 metro entre as pessoas, uso contínuo de máscaras e quando necessário luvas, água e sabão constantemente e álcool gel.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO