03.06.2020 | 20h26


CORONAVÍRUS / 4 PARADAS CARDÍACAS

Suplente de deputado, Adriano Silva morre com suspeita de covid-19

Adriano Silva foi internado na segunda-feira em Cáceres com sintomas de infecção pelo novo coronavírus e foi transferido hoje para Cuiabá após agravamento do quadro, com 50% dos pulmões comprometidos



Presidente Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), o suplente de deputado federal Adriano Aparecido Silva, 49 anos, morreu no início da noite desta quarta-feira (03) na Clínica Femina, em Cuiabá. O exame ainda não confirmou, mas todos os sintomas de Adriano eram da codiv-19. Os médicos não têm dúvida da infecção pelo novo coronavírus.

Adriano estava internado desde segunda-feira (01) no hospital São Luiz, em Cáceres, onde morava. Hoje, após ter uma parada cardiorrespiratória foi transferido, em UTI aérea, para Cuiabá. De acordo com o governo do Estado, Adriano sofreu 2 paradas cardiorrespiratórias durante a transferência - em Cáceres foram duas-  e morreu no hospital da Capital. Adriano era hipertenso, fazendo parte do grupo de risco para a covid-19.

Adriano Silva já foi deputado estadual e reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

Doutor em educação pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Adriano Silva foi professor de Direto por 22 anos na Unemat. Nas últimas eleições concorreu para deputado federal e, apesar dos mais de 40 mil votos, ficou como suplente.

Adriano Aparecido Silva assumiu, pela última vez, a vaga de deputado estadual em julho de 2016 quando o então deputado Oscar Bezerra (PSB) encaminhou requerimento de licença do cargo por 121 dias para tratamento de saúde, com necessidade de repouso, segundo orientação médica. Adriano direciono sua atuação política no Parlamento para a educação. Ele ja tinha assumido, por três meses, a vaga do deputado Eduardo Botelho, atual presidente da Assembleia Legilstiva.

Adriano defendia que a região de Cáceres estava esquecida politicamente. Ele ficou até 2017 na vaga de deputado.  

O Governo do Estado divulgou nota de pesar. "O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes lamentam profundamente o falecimento do amigo e gestor e prestam condolências aos familiares", diz.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO