01.06.2020 | 11h02


CORONAVÍRUS / PRIMEIRA MÃO

Médico de Cuiabá testa positivo para covid-19 pela 2ª vez; é o 1º caso em MT

Profissional atende em Unidades de Pronto Atendimento e hospitais particulares em Cuiabá e destaca importância da população continuar se cuidando


DA REDAÇÃO

Um clínico geral que atende em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e hospitais particulares de Cuiabá, trava, pela segunda vez, uma batalha contra a covid-19. Ele testou positivo para a doença em abril. Na manhã desta segunda-feira (1º) saiu o resultado do exame que confirma que ele foi reinfectado, sendo o primeiro caso registrado no Estado. 

Ao , o médico disse que já notificou a Vigilância Sanitária e está em contato com uma médica infectologista para saber os próximos passos. Ele irá realizar novos exames nesta segunda-feira. 

Apesar de conviver com os riscos da profissão, ele relata que ficou abalado com a notícia.

A primeira vez que o clínico testou positivo foi em 15 de abril. Ele ressalta que não teve nenhum sintoma, apenas sua garganta ficou ruim. Desta vez, o vírus veio mais forte, e o médico teve dores de cabeça, febre, coriza, cansaço e fraqueza, no entanto, ainda não necessitou de internação. Uma tomografia realizada pela vítima apontou três pontos no pulmão em que o vírus já se alojou.

Houve um intervalo de 40 dias entre uma infecção e outra. Ambos os exames que testaram posivito para Sars-cov-2 foram feitos pelo método PCR.

“A população tem que pensar, já peguei e eu estou livre, não, não é assim”, alerta o médico.  

O clínico também pontua sobre a volta de vários estabelecimentos e explica que seu caso traz uma nova reflexão sobre as reaberturas.

“É uma situação que faz repensar a liberação das coisas. Tem que liberar, mas pensar como será feito, de forma segura”, afirma.

O médico volta mais uma vez para o isolamento e deve ficar mais 10 dias sem ter contato com ninguém. Ele, que mora com os pais, irá para um local diferente, já que os mesmos são do grupo de risco.

A situação mostra que a teoria de imunização, pós-coronavírus, é falha e que ainda há muitos estudos a serem realizados.











(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes  01.06.20 17h04
Ih! Já tem cura pro coronavírus...independe de Teste, o real sintoma pra ver se tem ou não o coronavírus é quando a pessoa perde o paladar e o olfato. Começou colocar a comida na boca e não sente mais paladar, ou não sente mais o cheiro das coisas como sentia...tem grande probabilidade de ser coronavírus. O primeiro remédio pra matar o vírus, é a IVERMECTINA...Dr. MARCOS DA AMAZÔNIA, no último sábado, AO VIVO pelo Youtube, deu a informação...Tem que tomar 4 dias, dois comprimidos por dia de IVERMECTINA. Se a pessoa for obesa, tem que tomar 3 comprimidos em 4 dias. Lá em Melbourne-Austrália, cientista comprovou que em 24 horas, a IVERMECTINA reduz a morbidade do vírus em 93%...teste in vitro. E já tem pessoas curadas no Brasil também. Tem que parar a replicação do vírus, isso é o aumento, a proliferação, a reprodução dele no organismo. Primeiro passo. O segundo tratamento é de acordo com o Protocolo do Dr. ZELENKO, onde combina HIDROXICLOROQUINA + AZITROMICINA + ZINCO, em cinco dias de tratamento. Isso tá no vídeo> Rudolpjh Giuliani entrevistou o médico Dr. ZELENKO que já tratou cerca de 500 pacientes com Covid-19. O método do Dr. ZELENKO é similar ao adotado pelo médico francês, Dr. DIDIER RAOUT. Isso tá na matéria> Médico francês afirma que a cloroquina é a cura do Covid-19. Restaria uma pergunta> Qual é o Protoloco de Tratamento adotado em Mato Grosso? Engloba esses remédios, ou não? Protocolo de Tratamento do Coronavírus em MT devia tornar-se PÚBLICO. Pra gente saber O Que nos Espera se por acaso pegarmos o Coronavírus. Tem duas alternativas> ou ficamos curados, ou vamos direto pro cemitério. Tem que tratar no início da doença, senão forma-se microcoágulos gradavitavamente no pulmão, que acaba terminando numa trombose pulmonar...Ai, o remédio é o anticoagulante. Isso tá na matéria> Coronavírus: tratamento com anticoagulante é testado em hospital de SP. Leiam as matérias...assistam o vídeo.

Responder

121
121
Suzan  02.06.20 13h59
Tbem acompanho dr marcos da amazonia...otimo medico

Responder

11
13
Juuh  03.06.20 00h37
Nem é médico e acha que ja salvou o mundo com sua informacao. me poupeee

Responder

2
11
Anna  03.06.20 11h35
Quanta babozeiras.

Responder

1
5
Carlos Nunes  01.06.20 14h39
Ih! Deve ser a mesma Infecção que não curou...não matou todos os vírus. O vírus replica, enquanto o organismo não mata o último virusinho. Dois remédios já foram apontados pra evitar a replicação> a IVERMECTINA e o ATAZANAVIR. Isto tá nas matérias da Internet> Remédio usado no tratamento do HIV é promissor contra a Covid-19...e Ivermectina inibe a replicação do Coronavirus SARS-CoV-2 in vitro. Segundo o Dr. MARCOS DA AMAZÔNIA, Teste de Coronavírus só dá 30% de certeza...Segundo o Dr. LUC MONTAGNIER, ganhador do Prêmio Nobel de Medicina, o Covid-19 foi fabricado pelo governo comunista chinês, num laboratório que possuem em Wuhan...Dr. MONTAGNIER analisou o vírus, seu genoma, etc, e descobriu que tem parte de HIV, coronavírus de macaco, e outras coisitas mais. Só o governo comunista chinês sabe o que colocaram no caldeirão pra fabricar o vírus...e o feitiço virou contra o feiticeiro. Aí, culparam um mercado de peixe em Wuhan, como se vírus aparecesse por passe de mágica. Ficaram quietos com o desastre...e ainda tão dando uma de joão sem braço, enchendo os bolsos com pacotes de dinheiro...vendendo equipamentos, respiradores, máscaras, pro mundo inteiro.

Responder

77
101
Fernando  01.06.20 15h50
Que comentário sem pé nem cabeça. Fakenews do início ao fim.

Responder

57
38
Camila  01.06.20 18h33
Tava indo até bem, mas aí me apronta essa cagada no final!

Responder

26
13
Vicente Vidal Fernandes   01.06.20 14h11
Boa tarde Vcs estão oferecendo clube wine essenciais por 65.00. Eu sou sócio há muito tempo e pago 90.00 Gostaria saber se há possibilidade de redução? OBRIGADO.

Responder

3
8
Cidadão Matogrossense   01.06.20 13h23
Pode até ser. Mas também pode ser que no primeiro caso, pelos sintomas, a menos que tenha sido feito o PCR, tenha dado um falso positivo...

Responder

34
6
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO