29.05.2020 | 09h05


CORONAVÍRUS / 55ª MORTE NO ESTADO

Homem que matou esposa a facadas morre de covid- 19 na cadeia em MT

Otávio Lindolfo da Silva matou a esposa a facadas em 2017 e estava preso na cadeia de Alta Floresta, onde outro preso morreu e mais cinco testaram positivo para o novo coronavírus


DA REDAÇÃO

Feminicida, condenado a 20 anos de prisão, morre por covid-19. Otávio Lindolfo da Silva, de 79 anos, é o segundo preso da Cadeia Pública de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) a morrer com a doença. Ele estava internado no Hospital Regional do município e morreu na noite de ontem. É o 55º óbito confirmado no Estado.

Otávio apresentava sintomas da doença e passou por atendimento médico na própria unidade na última segunda-feira (25), quando o médico solicitou que passasse por avaliação no posto de saúde próximo da unidade. De lá, foi transferido para o Hospital Regional, onde foi confirmado o diagnóstico de covid-19 e passou a ser acompanhado na ala destinada aos pacientes com a doença. A unidade penitenciária disse desconhecer se o recuperando sofria de qualquer outra comorbidade.

Otávio matou a companheira, Cacilda Maria da Silva, de 75 anos, a facadas, devido a ciúmes da vítima com o vizinho de chácara. O crime ocorreu no município de Carlinda (762 km ao norte de Cuiabá) em março de 2017.

O corpo de Cacilda foi localizado na residência por familiares da vítima, que acionaram a polícia. Poucas horas após cometer o crime, o idoso foi localizado quando saía de um matagal.

No dia 20 deste mês morreu o primeiro presidiário de Alta Floresta com covid-19.  Mas o resultado positivo para covid, de Antonio Machado Jesus, de 76 anos, só saiu nesta quinta-feira (28). Antônio tinha problemas respiratórios, possuía uma doença crônica no pulmão e hipertensão. 

Há mais um preso internado com coronavirus no Hospital Regional de Alta Floresta. Outros cinco recuperandos testaram positivo para a doença, mas apresentam sintomas leves e estão em isolamento dentro da própria unidade prisional. Quatro reeducandos estão com suspeita da doença e aguardam o resultado do exame.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO