08.06.2020 | 11h26


CORONAVÍRUS / DADOS EM MATO GROSSO

Covid mata 50 pessoas em uma semana; 22 em 48 horas

No dia 31 de maio, o Estado tinha 2.485 pessoas infectadas e 63 óbitos. Em uma semana 50 pessoas morreram e 1.548 novos contaminados surgiram em MT


DA REDAÇÃO

Em uma semana, 50 pessoas morreram por covid-19 em Mato Grosso. Somente neste final de semana foram confirmadas 22 mortes, sendo 10 no sábado (06) e 12 no domingo (07). O número de pessoas infectadas subiu 62,2% no mesmo período.

O levantamento foi feito com base nos dados disponibilizados nos boletins informativos divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

No dia 31 de maio, o Estado tinha 2.485 pessoas infectadas pelo vírus e 63 óbitos. Em uma semana 50 pessoas morreram vítima da doença e 1.548 pessoas testaram positivo para doença.

O Município de Cuiabá registrou o maior número de óbitos. Entre sábado e domingo, houve sete mortes por covid-19.

No sábado foram duas. Um homem de 76 anos e uma mulher de 60 anos. Os dois eram hipertensos e tinham outras comorbidades. Os outros cinco óbitos ocorreram no domingo, sendo uma mulher de 76 anos e três homens de 67, 56 e 66 anos. Todos eram do grupo de risco.

Um homem de 38 anos também faleceu no domingo. Ele começou a ter sintomas em 23 de maio e não tinha comorbidades, mas era obeso.

Foram confirmadas mortes em Poconé, Primavera do Leste, Sinop e Cáceres.

Estimativa

Um estudo elaborado pelo Departamento de Matemática, Geografia e Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) estima que até 03 de setembro Mato Grosso atinja o número máximo de infectados.

A previsão é que tenha mais de 307 mil casos de covid-19.

“Este rápido crescimento de casos afetando um maior percentual de habitantes indica que pode haver um forte impacto na demanda por acesso a leitos hospitalares e UTIs. Entre essas seis regiões com rápido crescimento no número de casos, duas não possuem leitos clínicos ou de UTI exclusivos para a covid-19 (Araguaia Xingu e Norte Araguaia Karajá) e uma não possui leitos de UTI, apenas 20 leitos clínicos (Norte Matogrossense)”, diz trecho do estudo.

Veja a nota técnica na íntegra.

Confirma também a íntegra o boletim informativo da SES do dia 31 de maio e do dia 7 de junho.

Boletim dia 31 de maio

Boletim dia 7 de junho

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO