30.06.2020 | 18h20


CORONAVÍRUS / PANDEMIA MUNDIAL

Cinco índios Xavante morrem em 24 h com suspeita de coronavírus

Entre as cinco vítimas que morreram nas últimas 24 horas, quatro são homens. Antes a etnia Xavante já havia perdido nove indígenas pela doença.


DA REDAÇÃO

Cinco indígenas da etnia Xavante morreram com suspeita da Covid-19 (novo coronavírus) entre segunda-feira (29) até a manhã desta terça (30). A informação é do presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena (Condisi) Xavante, Clarêncio U'repaiwe Tsuwté. 

Ele reclamou da falta de assistência do governo na saúde indígena e da falta profissionais, insumos e até de medicamentos básicos para tratamento da comunidade, principalmente durante a pandemia. Entre as cinco vítimas que morreram nas últimas 24 horas, quatro são homens. Antes a etnia Xavante já havia perdido nove indígenas pela doença.

Um dos representante da etnia, Rafael Weree, que também é assessor parlamentar no Senado Federal, também lamentou a falta de apoio a comunidade Xavante. Ele cita que o receio é que aconteça a transmissão comunitária do vírus nas aldeias.

"A gente está sentindo muitas dores com estas mortes ao mesmo tempo está revoltado com essa falta de ação por parte do governo ou seus representantes lá na ponta", disse.

Leia mais

Índio Xavante que luta contra pandemia está na UTI com covid











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO