alexametrics
10.12.2019 | 18h57


CONEXÃO PODER / OBRA BILIONÁRIA

Wellington sobre modal: Mauro não tem escolha, vai ter que ter VLT

Na avaliação do senador, o prejuízo que o governo terá, se mudar o modal de transporte, obriga o governador a finalizar o VLT.


DA REDAÇÃO

O senador Wellington Fagundes (PL) assevera, em entrevista ao Conexão Poder, que o governador Mauro Mendes (DEM) não tem alternativa e terá que tomar a decisão pela continuidade da obra do Veículo Leve Sobre Trilhos em Cuiabá e Várzea Grande.

“Vai ter vai ter que ter, porque se o governo mudar a matriz (do modal) terá que devolver mais de R$ 1 bilhão. Então vai ter que ter sim e a população espera. Todo transporte de massa tem que ser subsidiado”, ressaltou o senador.

Fagundes comenta na entrevista que Mauro, enquanto prefeito de Cuiabá, deveria ter  feito o acompanhamento efetivo da obra do modal.

“A maior autoridade de uma cidade é o prefeito. Então, o grande erro do VLT foi uma obra não discutida com a Prefeitura de Cuiabá e de Várzea Grande, aí rasgou a cidade”, pontuou.

O senador reforça que hoje o governador não conseguirá mudar a matriz para o BRT, já que a obra “não tem volta”

Veja o vídeo:











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

joana  10.12.19 20h59
basta devolver o dinheiro desviado. quanto vai custar esta passagem?

Responder

2
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime