04.01.2020 | 16h23


VEJA AS RODOVIAS

Secretário anuncia novos pedágios: 'Concessões são necessárias e urgentes'


DA REDAÇÃO

O Governo do Estado vai lançar processo de privatização para dois trechos de rodovias estaduais, nos próximos dias. A informação foi repassada, em entrevista ao Conexão Poder, pelo secretário de Infraestrutura, Marcelo Oliveira, conhecido como Marcelo Padeiro.

No Conexão Poder, o secretário avaliou que sem pedagiar rodovias, o Governo de Mato Grosso, apenas “corre atrás do próprio rabo”, sem conseguir avançar em ações de infraestrutura.

“As concessões são necessárias e urgentes, porque senão você fica naquela corrida de que você vai correndo e tentando ‘pegar o rabo’ aqui e não consegue pegar. Porque vai correndo e asfaltando e três, quatro anos, depois, com esse volume de carga que passa por Mato Grosso você tem que dar manutenção (...) Quando você tem essa rodovia com a concessionária, você tem a empresa o ano inteiro  ali. Apareceu um buraquinho ela arruma. Então é muito importante para o Estado, termos a consciência que nós temos que fazer a concessão”, declarou.

De acordo com o titular da Sinfra, devem ser privatizadas a MT-130, no trecho de 140 km, entre Primavera do Leste a Paranatinga e três rodovias em único pacote de concessão, referente ao trecho de 229 km, que liga Jangada a Itanorte, passando por Tangará da Serra. Esse trecho é formado pelas rodovias: MT-246, MT-343 e MT-358, 

Além dessas concessões onerosas, o Estado também fará concessões sociais de rodovias a associações que se disponham a administrar trechos, sendo estes também pedagiados. Na entrevista, Marcelo Oliveira explica a diferença entre os processos.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

luis edouardo  09.01.20 14h26
Não foi esse pendejo que disse que a avenida do Jardim das Américas estaria pronta até o natal? Ah, mas ele não falou natal de que ano! Tá certo esse fanfarrão.

Responder

0
1

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO