26.06.2020 | 15h20


CONEXÃO PODER / LIVE LÚDIO CABRAL

Petista critica politização do vírus e defende até uso de cloroquina; veja vídeo

Deputado é médico sanitarista em MT e diz que, medicação no início dos sintomas da Covid-19, salva vidas


DA REDAÇÃO

Médico sanitarista, o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) defendeu, em entrevista ao Conexão Poder, nesta sexta-feira (26), o uso de medicamentos para pacientes de coronavírus, já nos primeiros sintomas da doença, evitando assim que os casos se agravem e as pessoas precisem de leitos de UTI.

Na entrevista, Lúdio critica a polemização e a politização de medicamentos como a Ivermectina, Annita, Cloroquina e Azitromicina e argumenta, que conforme o quadro de cada paciente, os medicamentos podem ser receitados por um médico e usados pelos pacientes até em casa, sem a necessidade de internação, se forem sintomas leves.

Lúdio aponta que toda a rede de saúde deveria estar abastecida desses medicamentos, para que os médicos possam atender  a população e evitar a automedicação.

O deputado reforça que os pacientes podem ser medicados desde o atendimento nos postos de saúde e os agentes de saúde podem fazer o acompanhamento desses pacientes. Segundo ele, a medida é eficaz para reduzir o número de mortes, já que considera errado buscar apenas aumentar número de leitos de UTI. 

Veja a entrevista na íntegra:











(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Felipe  01.07.20 10h43
Me entristece ver comentários políticos , opositores e apoiadores . As pessoas tem que aprender que não se trata de uma briga política e sim de vidas , vamos largar de hipocrisia e ironia e começar a ajudar as pessoas e largar desta briga entre PT e Bolsonaro. O momento é de salvar vidas , se todos se unissem passaremos desta fase. Somos mais que uma briga política , somos humanos e não queremos que ninguém morra .

Responder

0
0
souza  28.06.20 22h17
O momento é de AQUIETAR e aguardar a tempestade passar..... Agora esperamos que as autoridades, iniciando com denuncia do MPE-MT, que não cumpriram com a sua obrigação social e humana sejam responsabilizados em Processo Judicial. Esperamos que o exemplo de Porto Feliz-SP (Protocolos aplicados em toda cadeia de contaminação - https://youtu.be/mVch3MrmXZ0 - Parte da LIVE de Alexandre Garcia) seja seguido Brasil a fora, mesmo que tardiamente......

Responder

2
0
Antonio Carlos Marques  26.06.20 19h19
Petralhas São todos oportunistas ordinários

Responder

3
4
Mário  26.06.20 17h12
Nada contra o uso desses medicamentos. Mas tem que ficar claro que é teste, off-label como dizem os experts. São medicamentos utilizados fora de sua finalidade oficial. Como está na matéria, parece que os remédios curam Covid, sendo que não há prova científica disso. Alias, hoje o Albert Einstein pôs pá de cal na cloroquina. Quando se vende a cura, o povo sai para rua pegando o vírus, pensando que já existe cura, uso preventivo, etc....

Responder

4
11
João Batista  28.06.20 07h53
Até que enfim um petista com um raciocínio lógico

Responder

6
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO