26.04.2020 | 12h35


CONEXÃO PODER / CHAPADA DOS GUIMARÃES

Com bares e restaurantes abertos, prefeita dá "receita" para manter economia em pandemia

A turística Chapara dos Guimarães não tem impedimento de funcionamento para funcionamento do comércio, mas mantém restrições de controle.


DA REDAÇÃO

Há cerca de duas semanas com o funcionamento de todo o comércio liberado e sem casos confirmados de coronavírus na cidade, a prefeita de Chapada dos Guimarães (64 km de Cuiabá), Thelma de Oliveira (PSDB), comenta, em entrevista ao Conexão Poder, que considera “o meio termo” aplicado no município, como a ‘receita do sucesso’ para manter a economia e o controle da disseminação do vírus.

Ao contrário de cidades com Sinop e Várzea Grande, Chapada dos Guimarães não teve pedido judicial para que o comércio fosse fechado.

“Cada um coma sua realidade. Não adianta a gente pegar o que está funcionando bem numa outra cidade. As diferenças e características de cada cidade têm que ser respeitadas. Aqui, os restaurantes, eles poderiam atender por delivery, mas somos uma cidade turística, as pessoas querem ir ao restaurante”, pontua.

A cidade não tem impedimento para nenhuma atividade, mas os estabelecimentos devem controlar o número de clientes e manter distanciamento necessário.

“Para cada segmento a gente tem determinado protocolo,  por exemplo, salão de beleza está desde a semana passada trabalhando.  Todos estão atendendo com agendamento individual, não pode ter aquele acúmulo de pessoas, tem que ser individual. As lojas, a gente permite o número máximo de três pessoas. A lotérica tem marcação para distanciamento. O comércio está distribuindo máscaras e álcool em gel. Estão seguindo à risca. As pessoas estão entendendo, mas é lógico que sempre tem alguém que quer passar por cima de tudo”, declarou.

Ao Conexão Poder a prefeita comenta que a fiscalização tem sido forte no município. Por enquanto, para quem não cumprir as medidas de restrições, a penalidade é o fechamento, mas ela não descarta multar o comerciante infrator.

A prefeita disse que faz semanalmente a avaliação do cumprimento das medidas e controle do coronavírus, para saber se mantém o todo o comércio aberto ou restringe alguma atividade.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO