09.03.2020 | 23h01


CIDADES / VIOLÊNCIA SEM LIMITES

Vídeo mostra mãe de PM fugindo de bandido antes de ser brutalmente assassinada

Salvina dos Santos Vidal, de 74 anos, foi morta em Lucas do Rio Verde



Vídeos de câmeras de segurança de casas do Bairro Parque das Araras, em Lucas do Rio Verde, na região norte do estado, mostram o momento em que Salvina dos Santos Vidal, de 74 anos, foi abordada por um homem de bicicleta, antes de ser assassinada, nesse domingo (8).

Ele a levou para um terreno baldio, onde aconteceu o crime. No entanto, segundo a polícia, não é possível identificar o homem pelas imagens.

De acordo com a Polícia Civil, a equipe da Delegacia de Lucas do Rio Verde passou a madrugada desta segunda-feira (9) em busca de informações que possam esclarecer o crime.

As imagens estão sendo analisadas e a pessoa vista próxima à vítima é considerada suspeita.

Segundo a polícia, a mulher saiu para caminhar às 5h.

Outro vídeo feito por vizinhos da vítima mostram que a casa dela estava a poucos metros de onde aconteceu o crime. U um exame deve comprovar se ela foi vítima de abuso sexual.

A vítima estava sem roupas e com ferimentos pelo corpo.

Salvina é mãe do sargento da Polícia Militar, Juarez Vidal, conhecido por defender a causa animal em Mato Grosso.

Em uma rede social, Vidal lamentou a morte da mãe e lembrou que o crime ocorreu no Dia Internacional da Mulher.

“Minha mãe sai pra caminhar todos os dias na cidade onde mora e nessa madrugada encontrou com o mau, com um cara ruim, com alguém que eu também quero me encontrar. A assassinou para roubar e estuprar, tomei conhecimento ao meio-dia, desloquei pra cá, muito triste para todos nós”, declarou Vidal.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

REMÉDIO POLÊMICO

Você tomaria hidroxicloroquina caso contraísse Covid-19?

Sim. O remédio está no mercado há 70 anos

Não. O remédio não tem comprovação de pesquisa para Covid

Não. Cloroquina é o remédio do Bolsonaro

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO