17.09.2019 | 10h39


ALUNAS DA UNIVAG

Vencedoras do Prêmio Centro América de Criação visitam Projac

As alunas criaram uma peça para o Centro de Promoção Humana Emanuel (Cenprhe) - que auxilia crianças e adolescentes em vulnerabilidade de onze bairros de Várzea Grande.



As alunas do Univag - Centro Universitário de Várzea Grande que venceram o 22º Prêmio Centro América de Criação Publicitária visitaram, em agosto, o Projac (Projeto Jacarepaguá Central Globo e Produções), localizado no Rio de Janeiro. Com o tema “Faça a Diferença”, as estudantes do curso de Publicidade e Propagando do Univag, Isabely Dayane Farias Melo, Déborah Regina Corte da Silva e Évilyn Maely Maciel da Cruz ficaram em 1º lugar na categoria Acadêmica.

Além da visita técnica no Projac, as alunas foram premiados com um tablet e a peça foi exibida por um mês nas emissoras da TV Centro América. A categoria Acadêmica tem o objetivo de estimular o desenvolvimento dos futuros profissionais.

Este ano, os acadêmicos deveriam desenvolver uma campanha de Rádio e TV para uma instituição filantrópica. As alunas criaram uma peça para o Centro de Promoção Humana Emanuel (Cenprhe) - que auxilia crianças e adolescentes em vulnerabilidade de onze bairros de Várzea Grande.

"Passamos por várias ideias até chegarmos ao produto final, mas durante o processo tivemos toda a orientação do nosso professor Daniel e o apoio do Univag na disponibilização de recursos necessários para a produção. Ver seu trabalho sendo reconhecido e divulgado em todo o estado é uma conquista ímpar, além de ser um grande impulso profissional", destacou a aluna Isabely.

Para as alunas, a visita ao Projac foi uma experiência única, que agregou conhecimento, ampliou a visão em muitos aspectos e as motivou ainda mais a serem profissionais qualificados e atentos às demandas do mercado.

A coordenadora de Ensino de Comunicação Social do Univag, professora Ms. Caroline de Oliveira Santos Araújo, conta que esta é a terceira vez que a aluna Déborah participa do concurso e a segunda da Isabely e da Évilyn e que mesmo não vencendo anteriormente, a participação vem estimulando os acadêmicos à persistirem.

"É de suma importância a participação dos alunos em projetos como esse, porque eles podem colocar em prática ideias e técnicas que aprendem na faculdade e visualizam a criação deles de fato. Além de passarem por simulações de situações de mercado de trabalho. Sejam participantes, finalistas ou vencedores, passar por um prêmio TVCA de criação publicitária ajuda o aluno a ampliar os horizontes com relação a profissão. Ajuda na construção de network, promovendo um intercâmbio direto entre academia e mercado de trabalho", ressaltou a coordenadora.

Desde 2016 o Univag vem se destacando entre os finalistas do Prêmio TVCA. Em quatro anos, a instituição teve dez grupos finalistas. No ano de 2016 foram três finalistas de cinco, 2017 foram dois finalistas de cinco, 2018 foram dois finalistas de cinco e 2019 foram três finalistas de cinco. O Univag venceu a categoria Acadêmica nos anos de 2016 e 2019.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER