30.05.2011 | 19h06


CIDADES

Sindimed suspende indicativo de greve sem reivindicação atendida

INARA FONSECA      16h43
DA REDAÇÃO  

O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed) tem agitado movimento grevista pela instalação de 1000 leitos no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá. Nas últimas semanas, a categoria chegou a anunciar cinco indicativos de greve, que foram suspensos nessa manhã (30), após garantia do Governo da contratação de 240 leitos para atendimento hospitalar. Ironicamente, quando os indicativos de greve foram anunciados, a contratação dos leitos já havia sido divulgada há meses.

A suspensão ocorreu nesta segunda-feira, pela manhã, durante reunião entre o governador do Estado de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB) e o Sindimed. A reivindicação dos 1000 leitos não foi atendida.

Segundo Ednaldo Lemos, presidente do Sindimed, a exigência dos 1000 leitos não foi atendida por falta de análise adequada. Entretanto, após estudo técnico, Silval Barbosa garantiu a construção de um novo complexo hospitalar com o número de leitos estipulado pela pesquisa. "O governo e o sindicato farão um estudo para analisar a realidade de Cuiabá", explicou Lemos.

A reivindicação do Sindimed foi baseada nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) que, segundo Ednaldo Lemos, podem não condizer com a realidade cuiabana. A OMS indica um leito para cada 1000 habitantes.

Na reunião, Silval Barbosa garantiu 60 leitos para o Hospital Metropolitano de Várzea Grande nos próximos 60 dias, 60 leitos para a maternidade do Hospital Santa Helena e 120 leitos para o Hospital de Sinop, sem previsão de entrega.

Em abril (19), o Diário Oficial do Estado já divulgava a quantia de R$ 31 milhões para a unidade de Várzea Grande. A construção de mais um andar para o Santa Helena também já havia sido anunciado. Na última sexta-feira (27), o diretor da unidade, Ricardo Saad, informou ao RepórterMT, que a unidade continuará com defasagem mesmo que o Hospital Santa Helena receba os 60 leitos.

Para Ednaldo Lemos, a conversa com o governador foi muito produtiva.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO