21.05.2011 | 13h58


CIDADES

Sindicatos da saúde e lideranças políticas querem reunião com Dilma

DA ASSESSORIA   12h35

Além de cobrar por mais recursos da União para a saúde de Cuiabá, lideranças políticas e sindicais de Mato Grosso pedirão audiência com a presidente Dilma. A ideia é fazer em forma de marcha, com lideranças dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.

A ideia foi colocada pelo secretário da Casa Civil, José Lacerda, e apoiada pelo presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Mato Grosso (Sinpen), Dejamir Soares, e o deputado federal Valtenir Pereira (PSB-MT), mediador da interlocução entre governo e a categoria médica.

"Nós discutimos ainda a concordância de ter uma marcha para Brasília com a categoria, a bancada federal e o governador para marcar audiência com a presidente Dilma para construir nosso hospital regional", aponta presidente do Sinpen, sobre o encaminhamento em reunião na noite de sexta-feira na sede do governo, o Palácio Paiaguás.

O secretário Lacerda informou ao deputado, à assessoria jurídica do Sinpen e ao presidente do sindicato, Dejamir Soares, que o Judiciário está preocupado em buscar solução para a questão caótica da saúde no Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá.

Neste sábado, pela manhã, Dejamir se reuniu com o Sindicato dos Médicos de Mato Grosso "para ver ponto por ponto a pauta da reivindicação da categoria".

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO