alexametrics
11.08.2011 | 13h10


CIDADES

Sessão na Câmara é encerrada por causa de protestos de estudantes

FERNANDA LEITE         9h28
MAYARA MICHELS

Aos gritos contra o fim do projeto os estudantes conseguiram chamar a atenção dos vereadores que encerraram a sessão por causa do tumulto.

Alunos de escolas públicas de Cuiabá realizam um manifesto na manhã desta quinta-feira (11), contra o fim do passe livre e contra a "privatização" da Sanecap. A manisfestação se concentrou na Praça Alencastro, em frente a Prefeitura, e em seguida os estudantes foram para Câmara Municipal.

Antes de chegarem a Câmara, cerca de 500 estudantes pararam o trânsito na tentativa de chamar atenção da população e das autoridades. Eles começaram uma passeata até a Avenida Mato Grosso, onde se juntaram com os alunos da Escola Estadual Presidente Médici.

O protesto foi realizado com muito barulho de som de carro, faixas e cartazes. Nesta quinta, dia 11, é comemorado o Dia do Estudante, mas as aulas são normais. Eles gritavam  a palavras de ordem como: "Se acabar o passe livre, eu pulo a roleta".

O prefeito Chico Galindo (PTB), disse que a ideia não é acabar com o benefício, mas sim tirar o ônus maior da prefeitura de Cuiabá. Para o prefeito, o Alencastro deve bancar apenas os alunos da rede municipal de ensino.

"Não vou mexer no passe-livre. Eu garanto, o Júlio não quer acabar ele, quer que cada órgão se responsabilize pelos seus estudantes. E eu também concordo, a prefeitura deve arcar somente com a divida dos transportes dos alunos da rede municipal", posicionou-se Galindo.

Para o prefeito, os alunos da rede estadual devem ter o benefício bancado pelo governo do estado. Os da UFMT, pela União e os da inciativa privada, pelas escolas particulares. Neste caso, das escolas privadas, Galindo argumenta que não tem cabimento o município bancar transporte para filhos de famílias mais abastadas.












COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime