27.04.2011 | 15h59


CIDADES

Recursos para a Saúde da Família são suspensos em Cuiabá

TVCA ONLINE   10h41

O Ministério da Saúde suspendeu a transferência de recursos do Programa de Saúde da Família para Cuiabá e mais oito municípios de Mato Grosso. De acordo com a portaria publicada do Diário Oficial, a justificativa é de que existe duplicidade no cadastro de profissionais de equipes de saúde da família, de saúde bucal e de agentes comunitários de saúde. O municípios afetados são: Apiacás, Comodoro, Feliz Natal, Glória d'Oeste, Jangada, Nova Xavantina, Novo Horizonte do Norte e Rondonópolis.

De acordo com o ministério, a suspensão é feita sempre que é identificado irregularidades por parte das secretarias municipais de saúde, responsáveis diretas pela execução dos programas, ou é informado de eventuais impropriedades por órgãos de controle externo. O processo de fiscalização é feito regularmente e dá transparência na aplicação dos recursos conhecidos como a parcela variável do Piso de Atenção Básica (PAB).

Segundo ao ministério, a suspensão dos recursos não resulta em prejuízo ao programa. Atualmente, são 31.974 Equipes de Saúde da Família (ESF), atendendo em todo o país. A transferência dos recursos é restabelecida assim que os gestores locais comprovarem ao Ministério da Saúde que as inadequações foram solucionadas. Os municípios citados na portaria vão deixar de receber somente a parcela do incentivo correspondente às equipes e agentes com problemas.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO