06.06.2011 | 19h05


CIDADES

Recuperação da estrutura de segurança será feita em 12 dias

MAYARA MICHELS 17h43
DA REDAÇÃO

Nos próximos doze dias, motoristas que trafegarem na rodovia MT-251, que passa pelo "Portão do Inferno", localizado na entrada do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, deverão redobrar os cuidados devido à falta de proteção do penhasco. O acidente que ocorreu no último sábado (4) destruiu a barreira de proteção do local. A previsão é que em doze dias a barreira esteja reconstruída.

A Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana (Setup) dará início aos serviços de reconstrução da mureta na quarta-feira (8), quatro dias depois do acidente. A mureta protege os condutores da queda no ‘Portão do Inferno'. Desta vez, a proteção do local será construída com 40 centímetros de altura. Também será feito no local, duas lombadas, instaladas antes e depois do penhasco.

Segundo o secretário adjunto de Transportes, Alaor de Paula, não será necessário à interdição da rodovia durante as obras. "Os condutores só deverão estar mais atentos em razão das obras. A atenção deverá ser redobrada, pois haverá a presença de homens e maquinários na pista", disse o secretário.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO