17.04.2011 | 16h36


CIDADES

"Não sou exemplo de superação de nada", diz atriz

R7

Nove meses depois da morte do filho, Rafael Mascarenhas, quando o rapaz andava de skate num túnel da zona sul do Rio, Cissa Guimarães contou à coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo deste domingo (17), que nunca vai superar a perda.

- Não sou exemplo de superação de nada. Não se supera a perda de um filho nunca! Estou atada, aleijada e vou morrer assim. Estou aprendendo a viver com uma muleta no meu coração.

Na entrevista, a atriz disse, ainda, "ter pena" do acusado, Rafael Bussamra, não pelo atropelamento, mas "pela pessoa que ele é" e por não ter prestado socorro.

- Podia ter sido um acidente. A questão é o que essa pessoa fez, as circunstâncias e como reagiu. Não teve um átimo de segundo de dignidade, de consciência de ser humano.

Dividida entre novela e teatro - ela reestreou na peça Doidas e Santas e está na novela das sete da Globo, Morde & Assopra - Cissa disse que está também "reestreando na vida".

A atriz, que vai completar 54 anos nesta segunda (18), também disse ao jornal que está fazendo uma reavaliação da vida.

- Só quero fazer o que eu tiver vontade. O meu compromisso é com a felicidade, mesmo sabendo que nunca mais serei 100% feliz.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO