alexametrics
12.09.2011 | 12h05


CIDADES

Protesto em frente a Seduc paralisa 98% das escolas estaduais

INARA FONSECA    11h00
DA REDAÇÃO

Com cartazes, nariz de palhaço e apitos, cerca de 600 pessoas, entre profissionais da educação e estudantes, estão nesta segunda-feira (12) em frente a Secretária de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc/MT) realizando vigília num ato pela melhoria da educação e implantação imediata do piso salarial de R$ 1,312. De acordo com Helena Maria Bortolo, presidente da subsede do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), 98% das escolas estaduais estão paralisadas em decorrência do manifesto.


Durante o protesto, os manifestantes irão apresentar um dossiê contendo cartas de professores e alunos relatando o sucateamento das unidades escolares pertencentes ao Estado. Além disso,  denúncias expondo a falta de estrutura das unidades escolares públicas serão feitas ao longo do dia.


Segundo Gilmar Soares, presidente do Sintep, a mobilização demonstra o descontentamento da categoria com o governo do Estado. O sindicalista ainda mencionou a possibilidade de uma nova greve caso não haja reajuste ainda no mês de setembro do piso salarial e garantia de hora atividade para os professores contratados.


"Apenas dos municípios do interior, cerca de 500 professores estão vindo participar do ato. Vamos realizar uma nova assembleia para avaliar a proposta do governo. Caso não tenha avanço e o piso de R$ 1,312 não seja implantado em setembro, podemos iniciar outra greve", afirmou Gilmar Soares.


No período da tarde, os manifestantes farão uma passeata nas principais vias da Avenida do CPA. A vigília irá até aproximadamente 18h. Em agosto (17), a categoria também realizou ato semelhante em frente a Assembleia Legislativa de Mato Grosso.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime