14.02.2020 | 14h10


NO XADREZ

Polícia Civil prende homem que só assaltava mulheres em VG

A equipe da Derf apreendeu com acusado uma arma de brinquedo e R$ 1,6 mil roubado das vítimas



O autor de vários roubos cometidos contra mulheres, em Várzea Grande, foi preso pela Polícia Judiciária Civil no início da noite de quinta-feira (13), durante investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O criminoso foi detido logo após um dos assaltos, por policiais plantonistas da Derf-Várzea Grande. Também foram apreendidos um simulacro de arma de fogo e R$ 1,6 mil em dinheiro.

Os roubos eram cometidos com o mesmo “modus operandis”. Ele parava o carro em via pública, simulando consertar o automóvel e, quando as vítimas mulheres passavam pelo local, ele demonstrando estar armado rendia e exigia que fossem entregues aparelhos celulares, dinheiro, entre outros pertences.

Segundo investigação, contra o bandido foram identificados três roubos, sendo um registrado na manhã de quinta-feira (13), no bairro Nova Fronteira, e outro na terça-feira, na avenida Couto Magalhães, região central da cidade. O terceiro crime foi no início de fevereiro, no bairro Nova Várzea Grande.

Durante a abordagem, a equipe da Derf-Várzea Grande apreendeu com o investigado, parte do dinheiro proveniente dos roubos, além de um simulacro de revólver usado para cometer os assaltos.

O ladrão foi levado para a delegacia, onde as vítimas compareceram e o reconheceram como o autor dos crimes. No interrogatório, ele alegou ser usuário de drogas há quatro meses, mas não sabia dizer o motivo pelo qual estava roubando, já que possuía dinheiro para manter o vício.

O preso também contou que começou a praticar os crimes por estar revoltado com o fim de um relacionamento. Após depoimento, ele foi autuado em flagrante por roubo e posteriormente colocado à disposição da Justiça.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO