alexametrics
02.05.2011 | 20h12


CIDADES

Nove servidores do Pronto Socorro serão investigados pelo Gaeco

DA REDAÇÃO  16h14

Alguns servidores do Hospital Municipal e Pronto Socorro de Cuiabá foram denunciados pelo O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público Estadual (MPE), por venderem lugares na fila de espera do Sistema Único de Saúde e medicamentos retirados da unidade de forma ilegal.

As informações são de que entre os envolvidos estão, enfermeiros, gesseiros, e outros técnicos que faziam a retirada dos medicamentos de forma ilegal.

Lista dos envolvidos:

Josué Pinto da Silva - Gesseiro

Wlamir Benedito Soares - Gesseiro

Jairo Calamir da Cruz - Instrumentalista Cirúrgico

Diogo Farias Sodré - Gesseiro

Murilo Sant'Ana Barros - Médico

Marcos Benedito Corrêa Gabriel - Médico

Beneficiados:

José Geraldo Souza Oliveira - Comerciante

Alex Willian Xavier da Silva

Rosangela Aparecida do Espírito Santo

 

 

 

Mais informações em instantes











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime