06.06.2011 | 15h54


CIDADES

Mulher que caiu no penhasco corre risco de morte

LARISSA MALHEIROS   10h
DA EDITORIA

A mulher que sobreviveu ao acidente no Portão do Inferno, no último sábado (04), está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro de Cuiabá. Segundo informações do Hospital, a paciente encontra-se entubada, com respiração mecânica, em estado grave, e corre risco de morte.

Ainda segundo o PSMC, Ariane Nogueira, ainda passa por exames para averiguar as demais fraturas que sofreu, além da exposta no fêmur da perna direita.

O caminhão em que Ariane estava caiu em um precipício na localidade conhecida como Portão do Inferno, na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga Cuiabá à Chapada dos Guimarães. Ela sobreviveu a uma queda de 75 metros de altura. O esposo e a filha de dois meses e meio, que também estavam no veículo, morreram na hora.

Segundo o Delegado Policia Civil de Chapada dos Guimarães, João Bosco, que investiga o caso, tudo indica ter sido falha humana. Ele aguarda o pronunciamento das testemunhas do acidente. "Teremos que aguardar a moça que está ainda em tratamento médico, para concluirmos o inquérito e confirmarmos mesmo se houve falha humana para continuar nossa investigação", disse.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO