18.03.2020 | 07h35


CIDADES / DESCUIDO FATAL

Motorista de caminhão morre soterrado por carga de areia após destravar caçamba

De acordo com as informações, somente após 20 minutos os funcionários visualizaram sua botina exposta e imediatamente avisaram o proprietário



Um homem de 39 anos morreu soterrado na zona rural de Campo Verde, a 139 km de Cuiabá, nessa segunda-feira (16).

O Corpo de Bombeiros foi acionado, assim como o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). No local, os bombeiros constataram que testemunhas haviam retirado parte do rosto do homem e o braço esquerdo para fora da areia. 

Uma técnica em enfermagem do Samu informou que a vítima já não tinha sinais vitais. 

Segundo relatos do proprietário da fazenda, a vítima trabalhava como motorista de um caminhão e, ao levantar a caçamba, identificou que a tampa estava travada. 

Ele então teria descido do veículo e tentado destravar a tampa manualmente quando a carga de areia caiu sobre ele. 

De acordo com as informações, somente após 20 minutos os funcionários visualizaram sua botina exposta e imediatamente avisaram o proprietário. 

A Polícia Civil também compareceu no local, juntamente com um investigador e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), que deram continuidade à ocorrência.

Outro soterramento

A segunda ocorrência aconteceu em uma fazenda próxima a Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. 

Os bombeiros verificaram que o homem de 26 anos estava com as pernas sob os escombros da parede do silo de armazenamento de grãos. 

Após aproximadamente 3 horas de trabalho e com a utilização dos equipamentos e técnicas de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (BREC), a vítima foi retirada, pois corria o risco de ser totalmente soterrada. Após o trabalho dos bombeiros, a vítima foi entregue aos cuidados do Samu, que se encontrava no local.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO