17.01.2020 | 06h47


FERIMENTOS GRAVES

Menino de 8 anos é atacado no rosto por pit bull no meio da rua

Criança foi salva por um caminhoneiro que ouviu gritos de socorros. Caso foi registrado em Sorriso.



Um menino de 8 anos foi atacado por um pit bull nessa quarta-feira (17) na Rua das Orquídeas, no bairro Jardim Primavera, em Sorriso (400 km de Cuiabá).

De acordo com o site local Portal Sorriso, a vítima foi salva pelo caminhoneiro Djalma Júnior Vincler, foi submetida a um procedimento cirúrgico na face no Hospital Regional do município.

"Escutei o grito das crianças quando vi que o cachorro tinha grudado na camisa da criança. Achei que ele estava brincando, mas quando eu ouvi mais gritos, corri, peguei pedaços de ferro, bati no cachorro. Uma senhora também grudou no cão, mas, mesmo assim, machucou bastante a criança", relatou o caminhoneiro em entrevista ao Balanço Geral.

O menino continua internado no Hospital Regional, mas seu estado de saúde e a previsão de alta não foram informados.

Não há informações sobre o dono do cachorro.

 

Outro caso

A idosa Santa Ribeiro Mendes, de 61 anos, também foi atacada por um cachorro da raça pit bull nesta semana, no bairro Alto Glória, em Sinop (500 km da Capital).

O animal ainda foi morto por populares a pauladas, na tentativa de socorrer Santa. 

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), a vítima estava em uma moto e tentou se defender com seu capacete, mas não conseguiu.

Pessoas que passavam pelo local atacaram o cachorro com pedaços de pau para resgatar a entregadora e, em seguida, acionaram o CBM. Santa teve um dedo fraturado e diversos ferimentos nos braços.

A trabalhadora foi socorrida e encaminhada ao Hospital Regional de Sinop, mas recebeu alta no mesmo dia.

O boletim de ocorrência não informa quem é o proprietário do animal e nem se ele escapou de algum quintal próximo ao local do ataque.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO